Páginas

terça-feira, 22 de maio de 2012

Salmo 121

Dimensionar o poder de Deus... Tarefa impossível essa. Ter uma breve noção do poder de Deus, isso sim é possível.
O salmista Davi em um momento de adversidade, olhou para os montes e questionou de onde lhe viria o socorro e é sobre este primeiro versículo do salmo 121 que vamos falar agora.
Certa noite eu estava pensando em um sermão sem querer e alí meditei nesta palavra e o Senhor me deu o seguinte pensamento: "Me procurar atrás dos montes é não me encontrar".
Naquele momento eu tive uma luz do que quer dizer este primeiro verso. Quantas vezes buscamos Deus por trás dos nossos obstáculos ou vemos o Senhor distante, escondido, silencioso? Procuramos o Senhor nas coisas, nas pessoas, nas canções e não O encontramos. E por que não O encontramos?
Porque Ele é o Senhor que fez os céus e a terra. O Criador reina sobre a terra e está em todo lugar, Ele está ao seu lado, a direita da sua cama lhe velando o sono e ouvindo seus pensamentos. Velando tua respiração, solicitando o cuidado dos anjos pela sua vida. O Senhor não está escondido atrás de um rito ou tradição, Ele é revelado na Palavra e na oração, no jejum, na busca insistente pela Seu mover.

Neste momento o verso 1 e 2 ficaram claros para mim e seguiu a meditação dos seguintes versículos.

Muitas vezes nos vemos em situações onde qualquer passo em falso nos custa a salvação, mas quando estamos seguros no Criador, Ele nos desvia das quedas e armadilhas feitas pelo inimigo das nossas almas, Ele endireita nossas veredas e não dorme aquele que guardou Israel, uma nação de altos e baixos, uma nação que pode facilmente ser comparada a cada um de nós. Leia I e II Samuel, o livro de Salmos e o de Isaías e vai compreender toda a saga dessa nação. Se este Deus zelava tão perfeitamente por Israel, quanto mais por nós que somos da geração do sacrifício de Cristo.
O Senhor nosso Deus cuida dos mínimos detalhes, das menores coisas. Repreende uma gripe, cuida de uma dor de cabeça, sara uma dor de dente, restaura a queda capilar, nos alimenta e nos veste, nos sacia e até sombra faz para nós passarmos. Essa é uma das promessas que Ele fez. Não deixa o servo no sertão sozinho, mas o alegra com o canto dos passarinhos e dá abrigo do sol.
Não nos abandona enquanto guardamos nossos carros a noite ou chegamos da faculdade tarde da noite sozinhos e o que vem com a lua tentar nos machucar, Ele desvia dos nossos caminhos.
Ele guarda nossa vida, nos priva das dores, das mazelas. O Senhor cuida daqueles que O amam. Quando você sai, quando você entra, se come algo intoxicado sem querer, se senta ao lado de alguém mal intencionado, se esquece a carteira em algum lugar, se vai ao banco em dia de pagamento, se esquece as janelas da casa abertas, lá está o Senhor para nos guardar e guardar o que Ele mesmo nos deu.
Somos amados do Senhor, aquele a quem Ele veste melhor que os lírios dos campos, que alimenta melhor que as aves do céu (este será o tema do próximo texto: Mateus 6). E como Ele nos ama, como ele nos perdoa e como Ele tem o poder de nos fazer feliz. Não é possível medir e nem explicar, é necessário viver.
Eu ando com Cristo, meu Amado.

Um comentário:

Vera Sousa disse...

Deus es maravilhoso.te amo jesus.